A Diretoria

A partir das atividades do Grupo de Euritmia de São Paulo, a ABRE foi concebida e constituída com o objetivo social de fomentar a pesquisa e o desenvolvimento desta arte, em seus diversos meios de aplicação: artístico, pedagógico, terapêutico e social. Ela tem como objetivo divulgar, apoiar e zelar por um aprofundamento da Euritmia tanto no Brasil como em toda América do Sul.

Foto Renate Nisch.jpeg

Renate Nisch

Formou-se na Academia de Euritmia de Haia, Holanda. Master of Arts pela Alanus University, Alemanha. Membro por cinco anos do Ensemble de Eurtimia de Haia, com turnês por toda a Europa. Atuou como professora de Euritmia para crianças e adolescentes em diferentes escolas em São Paulo e na Holanda durante 20 anos. Membro fundador do Grupo de Euritmia Artística de São Paulo, com turnês pela Europa, Estados Unidos e América Latina. Desde 1993 é docente responsável pela concepção e realização da Formação em Euritmia artística (FEART), e pela formação de Euritmia terapêutica (Fet) no Brasil. Foi tutora e mentora das formações no Chile e na Argentina. É membro da Diretoria da Associação Brasileira dos Euritmistas (ABRE). Participou como euritmista e coreógrafa em vários espetáculos nos últimos 20 anos. Mora em São Paulo.

Foto Ana Teresa.jpeg

Ana Teresa Penteado

Formou-se em Pedagogia pela PUC de São Paulo e em Terapia Artística pelo Centro Paulus de Estudos Goetheanísticos. Formou-se em Euritmia, com especialização nas áreas pedagógica, reconhecida pela Seção de Artes Oratórias e Musicais do Goetheanum, e em Euritmia Terapêutica reconhecida pela Seção Médica do Goetheanum, Suíça. Durante toda sua trajetória tem se dedicado à Euritmia nas suas três vertentes: Artística, Pedagógica e Terapêutica. Participou do Grupo de Euritmia de São Paulo, com turnês pelo Brasil e Europa. Ministra aulas nas diversas formações antroposóficas que ocorrem por diferentes regiões do Brasil. É professora e coordenadora da Formação em Euritmia Artística no Brasil (FEART), além de Diretora da Associação Brasileira dos Euritmistas (ABRE). Em sua prática atua levando arte, auxiliando associações, instituições e pessoas individualmente em consultório.

Juliette  4.jpeg

Juliette Schardt

Formada pela Escola Superior Hogeschool Helikon em Haia (Holanda), conclusão em 1992. De volta ao Brasil, atuou por 12 anos nos projetos artísticos do Grupo de Euritmia de São Paulo. Cursou Especialização em Euritmia Terapêutica no Brasil e na Suíça (2008) e em Extra Lesson no Brasil (2014). Levou por sete anos a Euritmia a diversos contextos na cidade do Rio de Janeiro, sobretudo como professora na Escola Waldorf Micaelis. Como artista, há anos atua em diferentes projetos, dentro e fora do país. Integra o elenco da Cia Terranova no espetáculo infantil “A Rixa das Bruxas” e faz parte do espetáculo de Euritmia “Yamandu Silêncio e Palavra”. Reside em São Paulo onde trabalha nas escolas Waldorf Berta e Emil Molt e no Colégio Waldorf Micael. Faz atendimentos terapêuticos e ministra aulas em diferentes Seminários, eventos e workshops. Com o advento da Pandemia, Juliette ministrou vivências eurítmicas mensais virtuais, introduzindo a um público amplo e diversificado, os gestos na Euritmia. Atualmente faz parte do quadro da Diretoria da ABRE.

Foto Giovanna.jpeg

Giovanna Brant

Estudou música no Conservatório Estadual de música Lorenzo Fernandez de Montes Claros de 1971 a 1980 e Estudou Ballet Clássico, Moderno e Jazz de 1974 a 1980. Formou-se em Ciências econômicas pela Faculdade de Administração e Finanças do Norte de Minas. Fez curso de Modelagem Básica na FAAP. Fez o curso de Fundamentação e Treinamento em Pedagogia Waldorf e trabalhou durante 7 anos como professora Waldorf e tutora em Pedagogia Waldorf.  É instrutora de Danças Circulares. Formou-se em Euritmia Artística com especialização em Euritmia Pedagógica. Participa de cursos, seminários e congressos relacionados a temas pedagógicos, dança, ginástica e aprofundamento em Euritmia. É tesoureira da Associação Brasileira dos Euritmistas desde 2011 e trabalha na administração financeira das formações de Euritmia Artística e Euritmia Terapêutica. Atualmente faz parte do Grupo Experimental de Euritmia e ministra aulas em formações e cursos livres para adultos.

Juliana Klinko.jpeg

Juliana Kinko

Formou-se em Ciências Biológicas pela Universidade de São Paulo em 2001. Formou-se em Euritmia artística e pedagógica pelo Núcleo de Formação em Euritmia do Brasil em 2009 e atua há oito anos em escolas Waldorf no ensino de crianças e adolescentes. Atuou em diversas formações antroposóficas como o programa Gestão de mudança do EcoSocial, a formação em Aconselhamento Biográfico, o seminário de professores Waldorf de Brasília e o Grupo de Ciências da Federação Brasileira das Escolas Waldorf. No trabalho de Euritmia com adultos também ministrou curso no SESC Pinheiros em 2011. Está concluindo a especialização em Euritmia terapêutica, realiza atendimentos particulares e é voluntária no ambulatório da Associação Monte Azul como Euritmista terapêutica. É secretária da Associação Brasileira dos Euritmistas. Integra desde 2010 o Grupo Experimental de Euritmia, tendo realizado diversas apresentações artísticas.